Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



22/08/2013

Quinta-feira, 22.08.13

Flores amo, não busco. Se aparecem

Me agrado ledo, que há em buscar prazeres

        O desprazer da busca.

A vida seja como o sol, que é dado,

Nem arranquemos flores, que, arrancadas

        Não são nossas, mas mortas.


Alvaro de Campos

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Rotiv às 00:07


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.