Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



21/08/2013

Quarta-feira, 21.08.13

Manhã que raias sem olhar a mim,

Sol que luzes sem querer saber de eu ver-te,

        É para mim que sois

        Reais e verdadeiros;

Porque é na oposição ao que eu desejo

Que sinto real a natureza e a vida.

        No que me nega sinto

        Que existe e eu sou pequeno.

E nesta consciência torno a grande

Como a onda, que as tormentas atiraram

        Ao alto ar, regressa

Pesada a um mar mais fundo.


Alvaro de Campos

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Rotiv às 00:04


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.